RSS

Arquivo da tag: ano

Desejos para 2013

Desejo que pais e filhos se amem como pais e filhos, que estes respeitem aqueles e todos os mais velhos; que os mais velhos voltem a se preocupar com os exemplos que deixam, com os conselhos que dão…

Que os jovens ouçam com atenção, aprendam com as experiências dos outros, acreditem nos seres humanos, tenham fé no futuro e vivam o hoje com a certeza de que colherão o que plantam…

Desejo aos amigos e leitores um lindo 2013, com mais abnegação, solidariedade e criatividade…

Desejo que nossos gestores administrem-nos com destreza, parcimônia, boa-fé e competência…

Desejo educação, desejo livros, desejo que a massa acéfala de hoje se transforme em homens e mulheres que transformam o mundo simplesmente porque querem um mundo melhor para todos e não só para si…

 
Deixe um comentário

Publicado por em 01/01/2013 em Variedade

 

Tags: ,

Breves esclarecimentos sobre as obras de reconstrução, por Fireman

Aproveito o ensejo para informar aos leitores do “Palavras ao Vento”, e que vêm acompanhando toda a atuação dos blogueiros envolvidos com #UmAnoEnchentesAL, que nesta terça-feira, último dia 5 de julho, entrei em contato com o Sr. Marco Fireman, secretário de infraestrutura do estado de Alagoas e pessoa, a meu ver, mais capacitada para responder a alguns questionamentos sobre o tema.

Questionado sobre a informação de que neste mês de chuvas (junho e julho são meses de muita chuva em Alagoas, mas neste ano não tem chovido torrencialmente) as obras de reconstrução estariam paralisadas até que o período passasse, o Sr. Secretário esclareceu que esta informação não procede e assegurou que as obras continuam, mas oscila na velocidade em face das esparsas chuvas.

Acerca da informação de que a construção das caixas d’água de Murici, bem como da ponte de Branquinha, estavam paralisadas porque os trabalhadores (cidadãos muricienses e branquinhenses) não estavam sendo pagos pelas empreiteiras, a autoridade da infraestrutura estadual disse que não tinha conhecimento sobre tais fatos, que até poderia ser possível, já que a relação com tais trabalhadores é diretamente com a firma, sem passar pelo Estado, mas que procuraria informações a respeito e, se fosse o caso, cobraria soluções.

Disse ainda que a expectativa é que onze mil casas sejam construídas por ano, mas que espera entregar vinte mil casas nos próximos doze meses. Trouxe ainda a informação de que a tecnologia de construção usada nas obras de União dos Palmares, onde se constrói por blocos e não por partes – agilizando a obra -, será disseminada para outros canteiros de reconstrução, ressalvando que tudo depende da adequação das empreiteiras a esta nova técnica.

Em tempo, reafirmo a urgência nas obras de construção destas novas residências, relembro a todos os envolvidos que são seres vivos que estão à espera de uma nova oportunidade de dignidade.

Agradeço ao Sr. Secretário Marco Fireman o tempo e a atenção a mim dispensados e continuo mantendo a postura de tentar dar voz àqueles marginalizados pela tragédia de 2010.

 
3 Comentários

Publicado por em 06/07/2011 em Estadual, Política

 

Tags: , , , , , , , ,