RSS

Arquivo mensal: maio 2011

Apagando a história…

Lembro como se tivesse acontecido hoje…

Eu cursava a 5ª série do ensino fundamental (que eu não faço ideia de seu equivalente nos dias atuais) quando a professora, após o “recreio”, informou a toda turma que estaríamos liberados do segundo tempo de aula, para, ordeiramente, participarmos do ato público que acontecia naquele momento em nossa cidade.

Todos os alunos explodiram em alegria, inclusive eu, afinal, qual criança de 10 anos não fica feliz em não ter que assistir aula? ainda mais se não precisa inventar uma dor de barriga ou outro problema qualquer.

Não sabíamos ao certo do que se tratava, mas o ano era de 1992, e diariamente ouvíamos e víamos no Jornal Nacional notícias sobre desvios, dinheiro, caixa dois, carro Elba (era o carro que a mãe da minha amiga tinha), alagoanos e a casa da madrinha de alguém (afinal era “da dinda”).

Bem… eu vivi isso, eu lembro desses dias… lembro que ao sermos liberados da aula, foram distribuídas tintas guache em tons de verde e amarelo, pintamos nossos rostos (como índios), formamos fila indiana (que só muito tempo depois eu soube que tinha esse nome) e seguimos, em ordem, para a rua, fomos incitados a gritar palavras de ordem e a desfilar pelas ruas próximas ao colégio.

Vi depois, pela TV, ao vivo, vários homens vestidos como meu pai (engravatados), indo ao microfone e dizendo, um após o outro, “sim”. Meu pai explicava que queriam o “impeachment” do presidente (este que tem uma história em minha formação a ser contada em outra oportunidade). Eu não entendia o que significava aquilo, mas sabia que era causa de vergonha.

O final dessa história foi-me repetido diversas vezes, em várias oportunidades: em aulas de história, em conversas com familiares, na rua com os amigos, ou em qualquer viagem ao me identificar como alagoana a quem quer que fosse.

Bem, esse capítulo da história do Brasil eu vi, lembro, vivi, revivi de várias formas e em várias situações. Sabemos que a história é contada pelos vitoriosos, mas também pelas testemunhas. Hoje soube que o Senado excluiu este capítulo de sua história, quando unidos disseram “sim” ao “impeachment”. Acredito que a causa para esta exclusão seja vergonha do que fizeram, afinal, hoje já estão todos juntos, unidos pelos mesmos interesses escusos, mas não é agindo como ditadores ao “apagar” fatos e pessoas da história que mudarão o passado.

Lamento pela atitude do Senado! Acredito que o futuro promissor se faz conhecendo o passado, seja para repetir o que deu certo, ou para consertar o que deu errado!

 

 

 
12 Comentários

Publicado por em 31/05/2011 em Federal, Política

 

Tags: , , , ,